Festival Amazônia Queer

Produzido pelo Alter do Som, o evento online e gratuito traz mostra competitiva com prêmios de até R$1.000, shows e fundo de apoio à comunidade LGBTQIA+ na Amazônia

No dia oito de maio, às 20h (19h em Manaus), acontece o Festival Amazônia Queer, que tem o propósito de celebrar a expressão e liberdade artística LGBTQIA+ na Amazônia e apoiar a comunidade durante a pandemia de Covid-19.

O evento será gratuito e transmitido pelo canal Alter do Som no Youtube. As atividades do festival incluem uma mostra competitiva LGBTQIA+ com premiação em dinheiro, shows, e o Fundo Amazônia Queer,uma iniciativa para arrecadar recursos para apoiar pessoas em situação de vulnerabilidade social.

As inscrições para a mostra competitiva já estão encerradas. Jurados irão escolher as 10 melhores performances que serão transmitidas no dia 8 de maio. No júri, estão as cantoras Priscila Castro, Márcia Novo, Lia Sophia, o coreógrafo Fabrício Bezerra, o artista e influenciador Adriano Borboleta e o artista plástico Nilson Coelho. O público será responsável por eleger a/o vencedor/a ao vivo. As premiações do primeiro, segundo e terceiro lugar vão de R$300 à R$1000 reais.

Amazonia QueerSamu Cnt, uma das atrações do festival | Foto: Bárbara Bentes

No dia do festival, acontecem os shows do multiartista santareno RAWI e da Drag, DJ e performer Samu Cnt. RAWI apresenta seu trabalho autoral “Facão Que Abre Os Caminhos”, que trata da vivência Queer na Amazônia. Já Samu traz um set com mix de brasilidade e pc music, valorizando artistas paraenses e da comunidade LGBTQI+.

O Fundo Amazônia Queer é mais uma iniciativa do projeto, com o objetivo de arrecadar doações para a comunidade LGBTQIA+ na Amazônia durante a pandemia. Entre as iniciativas apoiadas, estão a Coletiva TRANS de Santarém, Casa Miga, ONG Olivia, Associação de Travestis e Transexuais do Acre, Associação Orquídeas LGBTI+, Coletivo Sapato Preto Amazônida e Coletivo Amazônico LesBiTrans. Para doar: bit.ly/fundoamazoniaqueer

Para acompanhar o festival, siga @alterdosom no Facebook, Instagram ou YouTube.

Show Rawi - Amazonia Queer 5Músico santareno Rawi apresenta “Facão que abre os caminhos”

O Amazônia Queer é um projeto selecionado pelo Edital Culturas Populares – Lei Aldir Blanc 2020, com o apoio da FIDESA, SECULT/Governo do Estado e da Secretaria Especial de Cultura/Ministério do Turismo do Governo Federal.

 

Realização: Alter do Som
Idealização: Teresa Harari
Produção executiva: Borô e Gael Rêgo Licata
Curadoria: Gael Rêgo Licata e Teresa Harari
Comunicação: Agência Fervo (Priscila Cotta, Fabiana Cardoso e Teresa Harari)
Site: Thiago Perrart
Identidade visual: Nina Farkas
Direção e roteiro Live: Bruna Callegari / Espaço Liquido
Direção técnica: Borô
Assessoria jurídica: Alessandra Loricchio Póvoa

Festival Amazônia Queer
8 de maio, 20h (19h em Manaus) Canal Alter do Som no Youtube

Fundo Amazônia Queer:
https://benfeitoria.com/fundo-amazonia-queer-ogqbit.ly/fundoamazoniaqueer

Amazonia Queer

Últimos posts

Catálogo virtual “Poesia Experimental Portuguesa” já disponível on-line

Catálogo virtual "Poesia Experimental Portuguesa" já disponível online

Abertura da exposição “Poesia Experimental Portuguesa” em Curitiba

Registro fotográfico da abertura da exposição "Poesia Experimental Portuguesa", na Caixa Cultural Curitiba

Série “Metareal” tem pré-estreia na Galeria Vermelho

Série sobre arte contemporânea tem pré-estreia na Galeria Vermelho, em São Paulo