Deusa é premiado com Kikito no 44º Festival de Gramado

Deusa - GramadoDiretora Bruna Callegari recebe o Kikito pelo filme Deusa, em Gramado

O curta-metragem Deusa, dirigido por Bruna Callegari, levou o Kikito de Melhor Direção de Arte na competitiva de curtas-metragens do 44º Festival de Cinema de Gramado.

Concorrendo com 13 outros filmes de diversos estados do país, Deusa foi escolhido pelo Juri graças ao conjunto dos recursos que criam sua atmofera narrativa: luz, cor, figurino, efeitos visuais e locação.

Quem assina o trabalho é Camila Vieira, que coordenou equipe de diversos profissionais para realização do filme: Bia Netto no figurino, Aline Hiane na produção de objetos, Leon Gurfein na caracterização de personagens, Welton Oliveira como contra-regra e a empresa Stratostorm nos efeitos visuais.

A direção de arte é responsável por evocar a atmosfera visual do filme, traduzir o clima psicológico do enredo, traçar o perfil dos personagens e sugerir certas idéias simbólicas que perpassam a história.

O filme conta a história de uma jovem mulher que trabalha como cobradora no pedágio da ilha em que vive. Acostumada a ver o deslocamento dos viajantes, Deusa nunca havia pensado no próprio destino até que uma nova empresa chega para administrar o local e anuncia a automatização de uma das cabines. Ao mesmo tempo, a notícia de uma baleia encalhada faz com que Deusa se sinta diferente.

Saiba mais sobre o filme Deusa
Deusa estreia no 44º Festival de Gramado

Últimos posts

Lançamento “Escritos de Lisboa”, de Omar Khouri

O poesta e pesquisador Omar Khouri resgata histórias da Poesia Experimental portuguesa e suas relações com a Poesia Concreta brasileira em novo livro

Trabalhos da Oficina de Poesia Visual – CCSP

Confira os poemas resultantes da oficina realizada no CCSP, no âmbito da exposição "Poesia Experimental Portuguesa"

Oficina de Poesia Visual acontece no CCSP

Oficina gratuita é parte da programação paralela da exposição "Poesia Experimental Portuguesa", em cartaz no Centro Cultural São Paulo - CCSP