PORTFÓLIO > Mostras e Exposições

Pequenas utopias: revistas de artista no Brasil

Pulga, São Paulo, 2013 (Coleção Livro de Artista UFMG)

Com a curadoria de Amir Brito Cadôr, a exposição Pequenas utopias: revistas de artista no Brasil reúne uma centena de revistas de artista editadas de norte a sul do país entre 1960 e 2021, de forma independente e em diferentes formatos, como artes gráficas, arte-postal, arte sonora, zines, entre outras.

A edição de revistas, jornais e outras publicações seriais por artistas, a partir dos anos 1960 constitui uma forma de atuação artística que sempre buscou aproximar as obras de um público mais amplo, possibilitando novos circuitos de produção e consumo. Produzida a partir de diferentes linguagens, a revista de artista surge num momento histórico em que os artistas reivindicavam o papel de mediadores de suas obras com o público, lugar antes ocupado por críticos, curadores e professores de arte.

Para o curador da mostra, Amir Brito Cadôr, “essas revistas trazem de modo implícito certa utopia de seus editores, de que a arte seja acessível, que ela faça parte do cotidiano e possa ser produzida e consumida por mais pessoas. Mas elas também são utópicas no sentido de criar espaço, físico ou mental, para o debate e a apresentação de obras contemporâneas de jovens artistas que encontram dificuldade para chegar na grande mídia ou que manifestam desinteresse em participar do sistema de galerias”.

Karimbada nº 1, João Pessoa, 1978 (Coleção Livro de Artista UFMG)

A exposição reúne importantes títulos publicados em diferentes períodos, de norte ao sul do Brasil, como Artéria (1975-2016), Qorpo Estranho (1976-1982), À Margem (1986-2001), Comunicarte (1991-2010), Malasartes (1975-1976), Karimbada (1978), Sofá (2003-2011), Arte em São Paulo (1981-1987), entre outras.

As obras foram distribuídas em nove núcleos temáticos, mapeados conforme as práticas artísticas veiculadas nas últimas décadas: arte postal, arte sonora, escritos de artista, ensaios gráficos, exposição portátil, poesia visual, revista-montagem, revistas de uma página e zines. Essas categorias cumprem um caráter didático, com o propósito de destacar a diversidade e as características das publicações.

Uma das categorias mais curiosas da exposição é a revista de uma página, nome que deriva de uma publicação em inglês, one page magazine, que serviu de título para uma exposição realizada no Cabinet du Livre d’Artiste em Rennes, na França. Essa exposição reuniu outras publicações com essa característica, sendo que a revista de artista Comunicarte foi a única publicação brasileira incluída na mostra.
Comunicarte, Poços de Caldas, 1991-2010 (Coleção Livro de Artista UFMG)

Ao visitar a exposição Pequenas utopias: revistas de artista no Brasil, o público terá a oportunidade de explorar um universo de revistas alternativas que não imaginava existir, já que muitas das publicações são pouco conhecidas fora do círculo especializado.

Sobre o curador:
Amir Brito Cadôr (São Paulo, 1976). Artista, pesquisador, professor de Artes Gráficas da Escola de Belas Artes, é curador da Coleção Livro de Artista da UFMG. Realizou a curadoria de mais de vinte exposições temáticas de livros de artista entre 2009 e 2022, entre as quais destaca Prima Facie (University of West of England, Bristol, 2021), Conceptual Comics (Cabinet du Livre d’Artiste, Rennes, 2020), Pensamento Impresso (Centro Cultural UFMG, 2014), O desenho como instrumento (Sesc Pompeia, 2014) e Ainda: o livro como performance (Museu de Arte da Pampulha, 2013). Em parceria com Paulo Silveira, fez a mostra histórica Tendências do Livro de Artista no Brasil: 30 anos depois (Centro Cultural São Paulo, 2015). Como pesquisador, tem artigos sobre livros de artista publicados nos principais periódicos internacionais especializados (Journal of Artist’s Books, Sans Niveau Ni Mètre, The Blue Notebook) e textos em catálogo sobre os livros de Raymundo Colares e Paulo Bruscky. A editora da UFMG publicou O livro de artista e a enciclopédia visual em 2016.

Ficha técnica:
Coordenação geral: Bruna Callegari
Curadoria: Amir Brito Cadôr
Assistência de produção: Lorena Pazzanese
Expografia: Estúdio Risco, Marina Ayra
Projeto gráfico: Estúdio Risco, Marina Ayra
Montagem: Opus e Install
Tradução: Juliana Ribeiro / Convey
Acervos: Coleção Livro de Artista – Sistema de Bibliotecas UFMG / Marcelo Dolabela / Omar Khouri
Projeto e realização: Espaço Líquido e Gabinete Multicultural
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal

VEJA O CATÁLOGO


Serviço:
Exposição: “Pequenas utopias: revistas de artista no Brasil”
Local: CAIXA Cultural (Praça da Sé, 111 – Centro – São Paulo/SP)
Abertura: 24 de fevereiro, sábado, às 11h – Visita guiada com curador Amir Brito Cadôr
Período: 20 de fevereiro a 31 de março de 2024
Visitação: Terça a Sábado, das 10h às 18h, Domingo 9h às 17h
Classificação indicativa: Livre para todos os públicos
Entrada franca

Abertura da exposição “Pequenas Utopias” em São Paulo

Gastão Debreix

A arte poético-construtiva de Gastão Debreix: serigrafias, poemas e objetos em exposição inédita do artista.

Amplificado

Série de oito episódios com entrevistas a personalidades sobre o universo da música. Direção: Jardel Giudici

A stencil art de Celso Gitahy

Livro resgata 30 anos de produção do artista, considerado precursor da arte urbana em São Paulo.